segunda-feira, maio 09, 2011

A Culpa é Toda Sua


Preciso me controlar.
Quero ser o seu benzinho a qualquer custo.
A culpa é completamente sua! Repito.
É o seu ser que me dilacera o juízo.
Extasia-me. Toma-me, e faz, e acontece. 
Só falta eu comer-te com os olhos!
A culpa é toda sua! Admita
Quieta-me. Deixa-me ser possuidora dos seus sonhos. 
Dos teus suspiros de prazer e euforia.
Prometo-te o meu eu fielmente.
Quero ser nós! Será que não entende?
Quero a te conjugar-me a via inteira. Mais que perfeitamente. 
Dê-me um sinal! 
Diga sim com o seu corpo feito simetricamente para mim. 
E assim, a culpa será nossa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário