quinta-feira, abril 28, 2011

Orgulho primitivo

Não dar o braço a torcer
Quebrá-lo de repente
Pedir uma mãozinha 
Admitir o erro
Ceder um sorriso
Sentir um abraço
Reconhecer as imperfeições 
Tomar algumas doses de juízo
Respirar fundo
Erguer a cabeça
Seguir em frente. 



*Se um dia eu pudesse ver

Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove, chove

Chove, chove*


Um comentário:

@monnielobo disse...

Adoro essa musica '-'

Postar um comentário